09/02/2010



Jovem executado por traficantes do Dedé


Foi rápida a ação da Polícia Militar na captura dos suspeitos de terem assassinado a tiros Leandro Miranda de Souza, o Ratinho, 20 anos, na noite de sábado, 6, na Rua Aureliano Barbosa Faria, no Alto de Olaria. No domingo, 7, numa casa, policiais fardados e da P2 apreenderam maconha, cocaína e munições. Seis pessoas foram levadas para a delegacia e uma pistola com o brasão da Polícia Civil foi encontrada no local e pode ter sido a arma usada na morte de Ratinho.
O assassinato aconteceu na presença da companheira de Ratinho. Ela disse aos policiais que sabia que seu companheiro era viciado em drogas, mas desconhecia qualquer envolvimento dele com os traficantes que atuam na localidade. Logo que foram avisados do crime, policiais do serviço reservado do 11º BPM estiveram no Dedé, onde souberam que um homem conhecido com JL teria praticado o crime.
Durante toda a noite a polícia procurou pistas sobre os assassinos. Na manhã de domingo, 7, uma denúncia anônima levou os agentes da P2 e um Patamo à Rua Plínio Salgado, no Loteamento Jardim Marajói, onde estaria ocorrendo um movimento estranho, segundo moradores. Os policiais fizeram contato com o dono da casa, Jone Watson Alves de Góis, 18 anos, que deixou que eles entrassem. Ainda quando estavam na frente da residência, os policiais viram um homem pulando a janela. Ele conseguiu fugir sem que os PMs descobrissem sua identidade.
Os policiais entraram na casa e encontraram mais cinco homens. Todos foram rendidos e realizadas buscas nos cômodos, onde foram encontrados 16 trouxinhas, dois tabletes e dois sacolés de maconha. Além da droga foram apreendidos dinheiro, munições dos calibres 40 e 9mm e uma pistola, que pode ter sido usada na morte de Ratinho na noite anterior.

Pistola apreendida é da Polícia Civil
Presos prestarão depoimentos sobre os crimes
A pistola calibre 40 encontrada no forro da casa de Jone Watson, no Loteamento Jardim Marajói, pode ter sido usada na morte de Ratinho, no Dedé, na noite do último sábado, 6. Mas, um outro detalhe chamou a atenção dos policiais que participaram da ocorrência: o símbolo da Polícia Civil na arma de fogo.
Fontes do 11º BPM revelaram que a arma estava com a numeração raspada e traçaram uma linha de investigação. “A arma pode ser de um policial civil assassinado há alguns anos”, disse, sem citar nomes. Nos últimos cinco anos dois crimes contra policiais civis marcaram a cidade. Um deles aconteceu em Conselheiro Paulino, e o outro foi o do então chefe do Grupo de Apoio às Promotorias de Justiça (GAP), José Luiz Nunes Lopes, assassinado nas Braunes. Em ambos os casos, as pistolas desapareceram.
Foram levados para a DP da Vila Amélia Jone Watson Alves de Góis, 18 anos, Philipe de Macedo, 18, dois adolescentes de 14 e 17 anos e dois ex-detentos - o pintor Paulo César da Silva, 48 anos, preso em 83 por furto e em 2007 por tráfico, e Wanderley Souza Francisco Júnior, 23 anos, que tem duas passagens por envolvimento num homicídio em 2007 e por porte ilegal de arma em 2008. Ambos moram no Alto do Floresta. Todos serão enquadrados por tráfico de drogas e podem responder também por formação de quadrilha e homicídio.

Acidentes e atropelamentos
lideram ocorrências no trânsito
durante o último fim de semana

Na tarde de sexta-feira, 5, na Avenida Antonio Mario de Azevedo, em Duas Pedras, um veículo Punto laranja foi apontado como o responsável pela colisão com a moto Honda Titan LPM-8762, pilotada por Ricardo de Jesus Fagundes, 19, que sofreu lesões graves. No local foi apreendida a placa KVZ-3380, que segundo testemunhas é do carro, cujo motorista fugiu.
Na Rua Sete de Setembro, Centro, às 12h50 de sábado, uma colisão provocou um atropelamento. O Palio KDR-9148, dirigido por Vinícius Toledo Silva, freou bruscamente para não atropelar o aposentado Jean Manoel Henri, 75 anos. Sem conseguir parar o Versailles KOE-1812, o taxista Leonardo Marques Werly atingiu a traseira do Palio, que foi projetado para cima do aposentado, atropelando-o.
Na Fazenda da Laje, às 15h de domingo, 7, uma família ficou ferida depois que o motorista Nilson de Oliveira Carkuemier, 24 anos, perdeu o controle da direção e caiu num precipício. Os bombeiros levaram as vítimas para o Hospital Raul Sertã, algumas com ferimentos graves.
No bairro Cascatinha, às 19h do domingo, na Rua Dom João VI, Átila da Cruz Silva, 28 anos, ficou ferido. Ele estava na garupa da moto pilotada por Paulo de Oliveira Herdy, 35 anos, quando perdeu a direção numa curva e bateu na beirada do meio-fio, caindo os dois no chão.
Na madrugada de domingo, no km 64 da RJ-130, em Córrego Dantas, um cavalo cruzou a pista e provocou um acidente. O Gol KOH-9163, dirigido por Hans Breitner Ferreira de Mattos, chocou-se com um poste. Na batida ficaram feridos, além do motorista, Mirian Nilan Klen, 20 anos, e Ana Cláudia Braga Souza, 19. Todos tiveram ferimentos leves e foram levados para o HRS.
Na Avenida Galdino do Valle Filho, às 6h15 de ontem, 8, os bombeiros foram acionados para atender a um atropelamento. O motociclista Alexsandro Pinto de Oliveira seguia em direção ao Paissandu quando a vítima Alcides de Moraes atravessou na frente, não tendo ele como evitar o acidente. Os dois tiveram que ser socorridos.

Idosa é assaltada no Cônego
Um homem passou correndo e arrancou a bolsa da aposentada Diva do Nascimento Martins, 75 anos, quando ela passava pela Rua Marechal Rondon, no Cônego, às 12h de domingo, 7.
Este tipo de crime vem crescendo em Nova Friburgo. Outros casos semelhantes já foram registrados no Centro nos últimos meses, quase sempre cometidos por adolescentes.
A aposentada Diva contou que na bolsa havia, além dos documentos, um cartão do banco Bradesco.

Deixe seu comentário

Colunistas

...

...

...

Outras Colunas