29/07/2010



Caixa disponibiliza crédito habitacional, mas faltam imóveis em Nova Friburgo


A Caixa Econômica Federal continua oferecendo uma série de vantagens para quem deseja adquirir um imóvel. Os programas de crédito são variados, sendo o de maior impacto o Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, para imóveis até R$ 80 mil, novos, com habite-se emitido pela Prefeitura a partir de 29 de março de 2009. Mas este é o problema em Nova Friburgo: faltam imóveis deste valor.
“O crédito está disponível, há pessoas interessadas, mas os imóveis não aparecem. E quem construir imóveis nesta faixa de valor em Nova Friburgo já sabe que tem grandes chances de vender todos eles”, garante o gerente geral da agência central da Caixa, Marcos Lutterbach. Ele afirma que o Minha Casa, Minha Vida tem proporcionado acesso à moradia a centenas de famílias que antes não tinham condições de adquirir seu imóvel. Isto porque, através deste programa, alongou-se o prazo, podendo chegar a até 30 anos, reduziu-se a taxa de juros, que pode ser de 4,5% ao ano, e o governo criou o subsídio, desconto dado às pessoas que querem adquirir um imóvel até o limite de R$ 80 mil. Se a pessoa tiver renda familiar, por exemplo, de até R$ 1.395, pode obter desconto de R$ 17 mil. Isto significa que se o imóvel a ser adquirido custa R$ 70 mil, vai pagar de financiamento R$ 53 mil. Para o gerente da Caixa esse programa é extremamente vantajoso, possibilitando realmente que um maior número de pessoas possam ter sua casa própria. Com isto está havendo um crescimento de cem por cento em Nova Friburgo na procura por imóveis nesta faixa de valor, basicamente proporcionado por essas condições.

OUTRAS OPÇÕES
A Caixa oferece também um programa voltado para a classe média, também com taxa de juros diferenciada, para imóveis acima de R$ 80 mil, igualmente com bastante procura. “Nós estamos extrapolando em termos de financiamento neste segmento também”, comenta, satisfeito, Marcos Lutterbach.
Há mais uma opção para os imóveis que não se encontram no programa Minha Casa, Minha Vida, que são os imóveis usados, igualmente com condições diferenciadas e prazo de pagamento de 30 anos.

MELHOR QUE ALUGUEL
Para exemplificar como as condições são favoráveis à compra de um imóvel, o gerente da Caixa fez uma simulação. Uma renda familiar – rendimento do marido, mulher e até filhos – de R$ 1.500 (bruta), para adquirir um imóvel de R$ 80 mil, por um prazo de 25 anos, terá subsídio do governo de R$ 15.307, o valor do financiamento será de R$ 62.259, dará uma entrada de R$ 2.433 (podendo utilizar o FGTS se não for proprietário de outro imóvel) e pagará a prestação de R$ 450. Detalhe importante: a prestação de R$ 450 é inicial, pois tende a cair, de modo que, quando a pessoa for pagar a última prestação, pela projeção da Caixa, pagará R$ 162. “Diferentemente de aluguel, que tem uma trajetória ascendente, a prestação aqui é decrescente. Então é um negócio extremamente satisfatório”, garante Marcos.
Por isso é mais negócio para as pessoas trocarem o aluguel pela prestação da casa própria. A dificuldade é conseguir um imóvel de R$ 80 mil, pois a demanda é muito grande de pessoas interessadas e a oferta é pequena.
Para o gerente da Caixa está sendo necessário em Nova Friburgo um despertar das empresas em focar esta faixa de valor de imóveis. São mais comuns imóveis de R$ 150 mil ou R$ 200 mil, mas é preciso um foco maior nos imóveis de R$ 80 mil. “Com certeza, quem construir esses imóveis vai ter a venda praticamente garantida, porque a demanda é muito grande”, frisa Marcos. Só na agência central da Caixa, na Avenida Alberto Braune, são cerca de 70 informações por dia, com pessoas querendo fazer simulações e procurando imóveis na faixa de R$ 80 mil.

TERRENOS
Mais uma opção que vem tendo boa procura na Caixa. As pessoas que têm um terreno estão procurando financiamento para construção, que também pode ser feito dentro do programa Minha Casa, Minha Vida. Também podem procurar financiamento do terreno e da construção, isto é, a pessoa adquire o terreno com financiamento e simultaneamente vai iniciar sua construção. As mesmas condições para o imóvel novo também valem para aquisição de terreno ou construção, ou para quem tem o terreno para construir. O terreno tem de estar legalizado.

INFORMAÇÕES
Marcos Lutterbach salienta que toda pessoa interessada em adquirir um imóvel deve obter informações, pois poderá decidir melhor. Não só na agência da Caixa, como também nos correspondentes imobiliários, que atuam em nome da Caixa e prestam essas informações e até recebem a documentação, sem nenhuma cobrança para isto, pois são remunerados pela Caixa para tal atividade.
Em Nova Friburgo são sete os correspondentes imobiliários: Correta, Emprimo, Imóvel e Vitrine da Serra, no Centro; Loteria Pote de Ouro, no Paissandu; Sucesso Imóveis, Centro e Olaria; e Juliana Imóveis, em Olaria.

Deixe seu comentário

Colunistas

Outras Colunas