25/10/2014



LEITORES - 25/10/2014

Leitores On Line


Participe da coluna A Voz dos Leitores enviando texto e fotos para leitores@avozdaserra.com.br. Mensagens sem identificação completa e textos digitados com todas as letras maiúsculas serão desconsiderados para publicação. Em razão do espaço, os textos podem ser resumidos ou editados. O jornal também se reserva o direito de publicar ou não as cartas dos leitores. Para o envio de fotografia, o leitor confirma que é o autor da mesma ou possui autorização para distribuí-la, e autoriza expressamente o jornal A VOZ DA SERRA a publicá-la no meio impresso ou digital. 


Trânsito e comportamentos 

 É com o coração de mãe que escrevo esta nota. Me causou grande comoção o atropelamento e desenlace do jovem Matheus no Prado semana passada. Gostaria de deixar o meu sincero pesar para esta mãe e familiares, por perder de forma tão estúpida um jovem com tanta vida pela frente. Alerto também, para os pseudogrupos de "utilidade pública” das redes sociais, em ter mais cuidado na forma de se referir às vítimas, de ambos os lados. Por trás de tragédias como estas, existem amigos, pais, mães, avós... Então, antes de escrever levianamente, apurem os fatos. Independente de estar ou não na pista, uma vida foi ceifada por excesso de velocidade e imprudência, que se tornou banal naquela via. É hora de as autoridades cobrarem com mais rigor as barbaridades que ocorrem nas madrugadas de Nova Friburgo ou vamos fingir que nada está acontecendo?

Adriana Boy


Ocupação de bens imóveis

Sabe aquela casa que o governo demoliu perto da fábrica Haga, onde estavam morando um bando de desocupados, drogados e outros bichos? Pois bem, estes mesmos agora estão em novo endereço: Rua Prudente de Mores, no bairro Vila Nova. Encontraram ali um novo lar, e ótimo por sinal, perto do Centro, perto da polícia militar, perto do bombeiro, perto dos hospitais, um verdadeiro achado. Só falta saber se as autoridades iram providenciar melhorias no bairro, as ruas de paralelo estão esburacadas, as calçadas estão na mesma situação e precisando de capina. Isso tudo é para melhorar o acesso, dos desocupados dos drogados que ali agora residem... Porque os moradores estão cansados de implorar atenção... O pior de tudo é um sentimento coletivo de impotência... O cidadão fica sem saber a quem recorrer... "Quem poderá nos defender?” Nesse país, exatamente, nesse município... só Deus… e adeus.

Cleverson Ouverney 


Estacionamento  

Todos sabemos a dificuldade de circulação de carros em nossa cidade: excesso de carros e vias sem condições de grandes mudanças para melhorar o fluxo. O ordenamento de estacionamento realizado pela Prefeitura encontra grandes dificuldades de resolução. Para isso criou-se o estacionamento rotativo, para tentear resolver o problema de estacionamento e criar uma maior rotatividade. Áreas demarcadas para estacionamentos permitidos, pagos ou não, foram criadas, tais como para motos, deficientes, idosos, órgãos públicos (sem placa oficial?) e descargas. Não vi ou sei se existem placas para venda de carros ou carros com pisca-alerta que podem parar em qualquer lugar! Demorei três semanas para conseguir uma autorização de "idoso” indo a três lugares diferentes para consegui-la. Quase sempre encontro carros não autorizados nestas vagas com vendedores de carros e caminhões de carga fora de seu horário autorizado. Para que criar vagas privativas se elas não são respeitadas? Estes fatos acontecem no centro da cidade em plenas praças centrais. Se não houver fiscalização para que criar estas vagas? Estou pensando em comprar um pisca-alerta mais potente ou uma placa de "vende-se”. Talvez assim eu consiga estacionar meu carro na minha vaga.

Gustavo Pinto de Faria



Colunistas

Outras Colunas

Leia o Jornal a Voz da Serra Digital, e fique sabendo tudo que acontece na região serrana!
+ Veja mais Charges