24/11/2009



Babado forte na Alberto Braune!


Eles e elas coloriram o Centro de Nova Friburgo no último domingo, 22, com muita alegria, luxo, irreverência e amor para dar. Tudo a fim de chamar a atenção dos friburguenses e turistas que curtiam a serra no feriadão da Consciência Negra para a necessidade do combate ao preconceito e discriminação ao segmento LGBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transsexuais e Transgêneros). Este foi o principal objetivo da 5ª Parada do Orgulho LGBT de Nova Friburgo, que teve como lema dessa vez Pra não dizer que não falei das flores: homofobia, criminalização já e apoio do Grupo Movimento Mover-se.
A parada do orgulho gay tomou conta do centro da cidade e fez bastante barulho por onde passou com o som tecno eletrizante de um trio elétrico baseado desde o início da tarde na Praça Dermeval Barbosa Moreira numa animada concentração. Por volta das 17h30, o público presente foi convidado a aderir à caminhada pela Avenida Alberto Braune, em direção à Prefeitura, em meio a muito afeto e demonstrações de total bom humor. Durante o trajeto, os integrantes do segmento GLBT de Nova Friburgo protestaram com muito bom humor e descontração contra o preconceito, segundo eles, ainda presente no município. No alto do trio elétrico atores transformistas, go-go boys e simpatizantes garantiram a animação com muita dança e performances especiais.
Já no chão, muita alegria, irreverência e demonstrações de amor com direito até a beijos ardentes entre casais do mesmo sexo, chamando a atenção do público que se aglomerou nas calçadas da principal avenida para prestigiar a parada e enaltecer a diversidade sexual. A tradicional bandeira multicolorida arco-íris foi outra atração do inusitado desfile, que durou cerca de uma hora e meia. Em frente à Prefeitura os integrantes da parada foram recepcionados pelo vice-prefeito Dermeval Barboza Moreira Neto e o secretário geral de governo, Braulio Rezende.
“Os gays são sinônimo de alegria e festa, mas acima de tudo, verdadeiros exemplos de coragem. Vocês nem imaginam como é difícil nos montarmos (produzir-se) e assumirmos nossa opção sexual em público diante de tanto preconceito contra nós. Mas isso vai mudar através da conscientização. Não queremos que a sociedade nos aceite, mas exigimos que nos respeite”, disse o transformista internacional Lorna Washington, que veio a Nova Friburgo para prestigiar o Orgulho LGBT e convocou os gays, lésbicas e o público presentes a cantar o Hino Nacional Brasileiro na saída da parada.
Na oportunidade, o superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, Cláudio Nascimento, anunciou a liberação de R$ 350 mil do Programa Rio sem Homofobia para a reimplantação do Centro de Referência de Promoção da Cidadania GLBT Hanna Suzart (Cerehs). Nascimento fez ainda duras críticas às mais diversas formas de preconceito contra a comunidade GLBT, que resultam em atividades autoritárias, facistas e discriminatórias, principalmente por parte de religiosos e da própria população.

Não ao preconceito com amparo da lei
A 5ª Parada do Orgulho LGBT de Nova Friburgo não serviu apenas para os gays, lésbicas e travestis levarem muita alegria e descontração às ruas com performances e irreverência, mas também para combater o preconceito contra a opção sexual dos integrantes do segmento GLBT e alertar a população quanto à tramitação no Congresso Nacional do projeto de lei 122, criado em 2006, que pretende considerar por força de lei a homofobia no Brasil como crime, equiparando-a ao racismo. Em Nova Friburgo também cogita-se a criminalização a qualquer atitude de preconceito ao segmento GLBT através de lei municipal.
“Um exemplo de combate à descriminalização se tem com a realização das paradas do orgulho gay que colorem e levam alegria e conscientização não só a Nova Friburgo, mas a várias cidades, onde a sociedade já começa a respeitar o segmento GLBT”, lembrou Cláudio Nascimento ao recordar a origem da parada gay, criada em Nova Iorque, nos Estados Unidos, em homenagem à resistência dos integrantes do segmento GLBT que eram discriminados até mesmo em redutos gays americanos.
A revolta e a indignação resultou numa rebelião urbana que durou três dias terminando num 28 de junho, data tida hoje como oficial de luta contra o preconceito em relação à comunidade gay no mundo. “É um dia de luta em favor da dignidade e da visibilidade GLBT, um segmento que compra, paga seus impostos e tem o direito de ser diferente e ser feliz”, complementou a organizadora Sílvia Furtado, do Cerehs.
A parada do orgulho culminou com uma grande festa gay na quadra da escola de samba Unidos da Saudade.

No alto do trio elétrico, autoridades se juntaram a performances dos transformistas em defesa da diversidade sexual no município



Pelas ruas, protestos, alegria, performances e demonstrações de afeto em defesa da diversidade sexual

Deixe seu comentário
Alexander
05/03/2013 - 11:29

Norvasc (generic name: Amlodipine; brand names: Dailyvasc / Istin / Perivasc) is a calcium pass blocker. norvasc price is adapted to representing the treatment of expensive blood pressure (hypertension) and breast woe (angina pectoris). Reducing exorbitant blood pressure helps prevent strokes, basic nature attacks and kidney problems. Norvasc is anecdote of the most prescribed brand moniker turbulent blood pressure drug worldwide. Norvasc works for patients with inoffensive, cushion, or severe levels of serious blood pressure. Like other calcium neck blockers, Norvasc works by means of widening your blood vessels, making it easier for your callousness to empty blood around the main part, and helps increase the supply of blood and oxygen to your heart. Calcium conduct blockers do not alteration the amount of calcium in your blood or bones. norvasc 5 is available in 88 countries. It has been tested in more than 700 medical studies.



Colunistas

...

...

...

Outras Colunas