16/05/2011



Amicão & Amicat procuram novo lar para cães e gatos


Projeto desenvolve trabalho de conscientização, resgate, castração e doação

Bruno Pedretti

Janeiro de 2011 nunca será esquecido em Nova Friburgo — mês e ano em que aconteceu a maior catástrofe natural do país na Região Serrana do Rio de Janeiro, ceifando vidas e causando destruição em sete cidades. Diversas equipes corriam para resgatar corpos e tentar salvar vidas em meio a tantos escombros. Entre os grupos de salvamento estavam Celina Muller, Andreia Pirazzo, Andreia Figueira, Evelyne Ferreira e Sabrina Faultz, lutando com um só objetivo: olhar com compaixão os animais, oferecendo a eles ajuda e dignidade.
Atualmente estas cinco mulheres são responsáveis pelo projeto Amicão & Amicat. A iniciativa nasceu com intenções claras de resgate, cuidados especiais, castração e doação de animais. Um dos objetivos principais é castrar muitos animais — pois, de acordo com as responsáveis, esta é a única solução para o problema estrutural da procriação de animais abandonados. O grupo é formado por profissionais liberais, pessoas comuns, que não trabalham exclusivamente com animais.
A ideia do Amicão & Amicat é oferecer proteção animal, o que não significa amontoá-los em locais precários, repleto de doenças. É um trabalho de conscientização, resgate, castração e doação.
A sede administrativa e lar temporário central do Amicão & Amicat está localizada na Fazenda Bela Vista. O projeto não possui um abrigo unificado, porque as responsáveis não acreditam na proposta de depositar animais em instalações precárias e com condições de vida inadequadas — também acham um desperdício usar para aluguel um dinheiro que pode ser gasto com alimentação, tratamento e castrações.
Os lares temporários funcionam em cômodos das casas das próprias responsáveis. A capacidade atualmente é para 12 cães e dez gatos por vez. O projeto disponibiliza toda a ração, areia higiênica, utensílios, medicamentos e atendimento veterinário necessários aos animais em lares temporários. Quem quiser ser um colaborador basta apenas dispor de um pequeno espaço e de tempo para ajudar um cão ou gato. O projeto Amicão & Amicat arca com todas as despesas de alimentação e manutenção do bichinho que o colaborador acolher. Os interessados podem entrar em contato através do site www.amicaoamicat.com.br e candidatar-se. Os animais do projeto estão sempre saudáveis e bem alimentados.
No ato da adoção, o projeto Amicão & Amicat pede uma doação de três quilos de ração Premium. Este não é um gesto obrigatório, mas ajuda os animais que ainda não tiveram a oportunidade de encontrar um lar.

Quer ajudar?

Muitas vezes as pessoas querem ajudar, mas não têm um espaço que possam receber o animal. Por isso é possível contribuir com ajuda financeira, pelo Banco Itaú, agência 0222, conta-poupança 849525/500, em nome de Evelyne da Silveira Ferreira, uma das responsáveis pelo projeto. A ajuda em dinheiro é constantemente necessária para o pagamento de um funcionário que cuida da higienização diária dos animais e dos tratamentos veterinários cotidianos.
Existem lojas onde é possível deixar ração ou medicamento para o Amicão & Amicat, basta verificar no site www.amicaoamicat.com.br.
A divulgação é importante para que os animais possam ser adotados. O projeto possui Facebook e site justamente para que as pessoas possam conferir os cães e gatos disponíveis à adoção. Acesse www.amicaoamicat.com.br e saiba mais sobre o projeto — e sobre como adotar um novo amigo.



Deixe seu comentário

Colunistas
Professor Kato - Precisão nipônica e simpatia latina
O professor japonês Cláudio Hideo Kato dá nome à via no bairro Braunes, próximo à Curva da Macumba. Exímio desenhista, dedicou-se pouco à arte pois...

Outras Colunas

Leia o Jornal a Voz da Serra Digital, e fique sabendo tudo que acontece na região serrana!
+ Veja mais Charges